Categorias
Acessibilidade Audiovisual Audiodescrição Closed Caption Janela de Libras Legenda Descritiva Normas Acessbilidade ANCINE Pró-Produção de Vídeo Produção de Vídeo

O que é acessibilidade audiovisual?

Já pensou em como seria sua vida sem ouvir ou enxergar?

Os sentidos da visão e da audição são as duas principais formas do ser humano perceber e interagir com o ambiente ao seu redor. A nossa linguagem é baseada na fala que é sonora e na escrita que é visual, pessoas que possuem alguma deficiência em um destes sentidos perdem a capacidade acesso a informação e aos conteúdos baseadas linguagem sonora ou visual.

Para tornar conteúdos audiovisuais acessíveis para pessoas com deficiência visual ou auditiva é necessário a inserção de recursos adicionais ao produto audiovisual como Janela de LIBRAS, Audiodescrição e Legendas Descritivas (Closed Caption).

  • Janela de LIBRAS: É a transformação da linguagem “oralizada” em Lingua Brasileira de Sinais (LIBRAS) feita por um interprete especializados. Esta informação é apresentada sobrepondo a imagem do produto original em uma janela posicionada geralmente no lado direito inferior da tela..
  • Legenda Descritiva: Também conhecida como Closed Caption, é um recurso que permite aos surdos e ensurdecidos captar informações nas cenas que não seriam percebidas sem audição. Não se trata apenas de uma transcrição do áudio, os textos são adaptados para sinalizar os nomes dos personagens (falas fora das cenas e narrações), sons de ações (porta batendo, passos em escadas), sinais (alarmes, telefones tocando, buzinas) ou da natureza (raios, tempestade). Além disso, também é preciso ajustar os textos para seja possível serem lidos dentro da duração da cena do vídeo.
  • Audiodescrição: É uma narração para descrever elementos que são fundamentais para o entendimento do conteúdo através de uma imagem. Essa narração é realizada nos intervalos entre as falas e diálogos originais do produto audiovisual e informam detalhes sobre o ambiente (Caminhando pela praia, observando estrelas, descrição e imagens).

Essa adaptação não é um processo  simples, pois, é preciso saber qual a melhor forma de passar determinada informação respeitando pessoas com alguma destas deficiências. E isso exige que todas as informações sonoras e visuais essenciais para o entendimento do conteúdo sejam traduzidas e adequadas.

Para estimular a universalização do acesso às obras audiovisuais, desde Janeiro de 2016 entrou em vigor a Lei do Estatuto da Pessoa com Deficiência (nº13.146), exigindo que todo conteúdo veiculado na TV aberta, inclusive filmes publicitários, contenham informações acessíveis nos formatos Janela de Libras, Legenda Descritiva, Audiodescrição. Além disso, para as obras nacionais, a instrução normativa da ANCINE nº 116, reina que projetos financiados com recursos públicos geridos pela agencia devem contemplar a legendagem descritiva, audio descrição e Janela de LIBRAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *